Entre em contato pelo WhatsApp
TELEVENDAS
(11) 3990.2250 | 3990.2251
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
seg. à sex. | 8h às 18h - sáb. | 8h às 13h
facebook youtube instagram
VOCÊ ESTÁ EM:

O freio é parte essencial do bom funcionamento do seu veículo. Fazer a devida verificação dos freios pode melhorar a condução, principalmente no inverno. O objetivo é muito simples: garantir a máxima eficiência de seus freios durante a estação fria.

Constantemente testado durante suas viagens, vários fatores podem reduzir a vida útil de certos componentes do seu sistema de freios. Às vezes, mesmo que seu veículo não tenha uma quilometragem muito alta, ele já pode ter alguns pequenos problemas. Portanto, cabe a você ser proativo e evitar problemas antes que eles apareçam!

Ordenar ítens por:
Exibe por marca:
Exibindo 1-30 de 64 ítens
Pastilhas de Freio BESTA GS
 
Cod: SYL1276
Pastilhas de Freio BESTA GS 
Por: R$ 30,62 Jogo
Rebite 13X12 alumínio maciço 100 peças
 
Cod: 1312AM100
Rebite 13X12 alumínio maciço 100 peças 
Por: R$ 23,82 Caixa
Rebite 8X20 ferro tubular 100 peças
 
Cod: 0820FTB100
Rebite 8X20 ferro tubular 100 peças 
Por: R$ 30,01 Caixa
Exibindo 1-30 de 64 ítens

Como o freio funciona?

O sistema de freio hidráulico de um veículo é composto de várias partes mecânicas. Quando você pressiona o pedal do freio, a pressão do óleo é criada dentro das linhas. Essa mesma pressão desdobra as faixas ou revestimentos dos freios contra os discos ou os tambores.

O atrito gerado produz uma desaceleração do veículo até parar completamente. Esse atrito repetido entre as diferentes partes cria desgaste normal, daí a importância de que os diferentes componentes sejam inspecionados regularmente.

Falha de freio

  • Comprimento de frenagem excessivo;
  • Baixa eficiência de frenagem;
  • Mau funcionamento do pedal do freio;
  • Apreensão de pistões em cilindros;
  • Entupimento ou incrustação de pistões e canos;
  • Liberação parcial dos freios em uma ou mais rodas;
  • Travagem parcial ou travamento das rodas quando o pedal do freio é liberado.

Sinais de falha do freio

  • Movimento muito suave ou muito forte do pedal do freio;
  • Guinchos ou guinchos durante a frenagem;
  • Pulsos no pedal do freio durante a frenagem;
  • Frenagem ruim;
  • Mover o veículo para um lado ao travar, frenagem não simultânea;
  • Patins do veículo durante a frenagem.

Causas de falha do freio

  • Vazamento de fluido de freio;
  • Uso de peças ou componentes de baixa qualidade;
  • Desgaste excessivo ou danos às peças;
  • Sistema de aquecimento;
  • Condução dinâmica ou desportiva;
  • Baixa pressão no sistema de freio;
  • Excesso de ar no sistema.

Diagnóstico

Você pode fazer uma inspeção resumida do sistema de freio sozinho. Primeiro verifique o nível do fluido de freio. Pontos ao redor das rodas em ponto morto são uma indicação de vazamentos de mangueiras e linhas. Além disso, o esforço para pressionar o pedal do freio quando o motor está funcionando deve ser menor do que quando está parado.

As marcas dos pneus durante a frenagem forçada devem ser simétricas e as traseiras devem ser mais curtas que as marcas da frente. A espessura das pastilhas dos freios não deve ser inferior a 3 mm. Também deve-se ter em mente que um esforço intenso no pedal do freio não deve bloquear completamente as rodas. Se notar algum problema, leve seu veículo a uma garagem especializada para uma inspeção mais aprofundada.

Reparação e substituição de freios

Recomenda-se que qualquer reparo no sistema de freio seja realizado em uma garagem, pois a qualidade dos reparos afetará a qualidade da segurança ao dirigir. Você só pode trocar ou adicionar fluido de freio, liberar o ar ou apertar os parafusos você mesmo.

O fluido de freio deve ser trocado anualmente ou a cada 30.000 a 40.000 quilômetros. Em caso de danos mecânicos, ou se os tubos estiverem vazando, recomendamos que você leve seu veículo a um especialista imediatamente para substituir as peças ou unidades e limpe o sistema. É estritamente proibido mexer no sistema de freios ou usar peças com padrão e qualidade incorretos.